Logo

irmãos guerra filmes

pt / en

#03 visita a 31a bienal de arte de sp

video Helena Guerra

exposição, ago 2014

“A transformação pode então ser entendida como uma forma de efetivar mudanças, apontando para novas direções de virada – valendo-se de transgressão, transmutação, transcendência, transgênero e de outras ideias transitórias que agem contra a imposição de uma única e absoluta verdade”.

Os artistas já estão atendendo ao reclame dos curadores. Diversos deles já habitam o Pavilhão da Bienal no Ibirapuera com suas ideias, com suas verdades e mentiras, com suas provocações e silêncios, com suas visões de mundo provisórias e em constante transmutação. Neste sentido, a Bienal já começou. Só falta a inauguração!

31ª Bienal de São Paulo – Como falar de coisas que não existem, 6 de setembro a 7 de dezembro de 2014, Parque do Ibirapuera, portão 3, Pavilhão da Bienal, São Paulo, Brasil.

Facebook Twitter G_plus
#